Aceitar cartões de crédito

Gestão

Entenda por que você deve (sempre!) aceitar cartão

15 de Maio de 2017

por Beblue

0

Nos dias atuais, é fundamental que todo empreendedor possibilite ao seu cliente as maiores facilidades para que a compra seja efetuada. Entrar em qualquer estabelecimento e encontrar um aviso escrito “aceitamos cartão de crédito” é sempre algo positivo para o consumidor.

Antes de detalharmos as vantagens da utilização do chamado “dinheiro de plástico”, vamos fazer uma rápida viagem aos anos 1980 e mostrar como era o ambiente comercial na ocasião.

Se você é um empreendedor de uma pequena ou média empresa e precisa de maiores informações sobre aceitar cartões de crédito e de débito, este post é para você. Confira!

 

Uma viagem até os anos 1980

Grande parte dos empreendedores e consumidores atuais do país nasceu e viveu em um mundo já interconectado e com tecnologia digital. Este avanço digital ocorreu nos últimos trinta e poucos anos, com a evolução da tecnologia da informação e a utilização em massa dos equipamentos eletrônicos.

Nos anos de 1980, quando ainda lutávamos por Diretas Já e quando os nossos futuros ídolos Cazuza e Renato Russo ainda iniciavam sua jornada, as relações comerciais, no que se refere à troca de dinheiro, eram muito precárias.

Os comerciantes aceitavam apenas dinheiro em espécie ou cheques, mas os últimos apenas de pessoas conhecidas e com longo histórico de relacionamento.

Os cartões de crédito, no Brasil, estavam em início de operação e os estabelecimentos que os aceitavam colocavam faixas chamativas em suas fachadas avisando sobre a modernidade. Era uma forma de atrair aqueles consumidores que já possuíam cartões e aumentar as vendas.

Existiam dispositivos de plásticos onde eram colocados os cartões junto com pequenos formulários com papel carbono entre eles. As informações do cliente eram obtidas pela pressão do cartão embaixo do papel carbono, assim como os dados do estabelecimento comercial que estava efetuando a venda. O comerciante tinha que preencher à mão o valor da compra, em algarismos e por extenso, e o cliente assinava o formulário, ficando com a via carbonada.

Cabia ao comerciante conferir a assinatura feita no formulário e enviar todos os comprovantes para as operadoras de cartão de crédito. Estas, por sua vez, tinham que pegar comprovante por comprovante, decifrar o valor que estava escrito, nem sempre muito legível, e registrar em seu sistema para posterior pagamento.

Analisando isto tudo agora, em pleno ano de 2017, as novas gerações nem conseguem imaginar uma operação com toda esta complexidade. Lenta, custosa, insegura e propensa a fraudes em todas as etapas. Além de tudo, ainda existia o risco de extravio dos comprovantes de compras ao serem remetidos para a administradora de cartões de crédito.

Mesmo com todos esses problemas, esse sistema funcionou por um bom e longo tempo e foi determinante para o sucesso de várias empresas e administradoras de cartão.

 

De volta para o século XXI

Imagine-se, hoje, aceitando somente dinheiro ou cheques como pagamento no seu estabelecimento. Para pensarmos sobre o assunto, vamos supor que você seja o proprietário de um posto de gasolina que trabalha 24 horas por dia.

Reflita sobre o volume de dinheiro que passaria por suas mãos e a insegurança para administrá-lo. Como controlar? Como evitar os roubos? Como minimizar os erros na devolução de trocos? Como confiar em todas as operações?

Receber cheques, com a responsabilidade de conferir a assinatura do emitente e acreditar que o mesmo não foi roubado de outra pessoa, lhe parece aceitável?

Não há outro caminho; você deve se ajustar às novas facilidades e aos novos procedimentos. Hoje, a tecnologia está absolutamente disseminada e largamente utilizada como agente fomentador para todas as atividades comerciais. Não é difícil encontrar vendedores ambulantes em praias ou em eventos ao ar livre vendendo seus artesanatos e recebendo o pagamento por cartões de crédito ou débito.

A maciça utilização dos cartões possibilitou uma redução nos custos operacionais, tanto no que se refere à transmissão de dados, como na taxa de administração das operadoras. Sempre haverá a necessidade de receber em papel moeda, mas a redução de sua utilização também é uma tendência.

Os bancos também percebem este filão de negócio e estão impondo a utilização do cartão de débito, cuja operação é similar ao de crédito, mas com desconto imediato na conta do correntista.

 

Vantagens na aceitação de cartões

– A utilização de cartões possibilita um aumento nas suas vendas. Hoje em dia, devido à falta de segurança, a maioria das pessoas evita sair carregando dinheiro em espécie.

– Com os cartões, você pode parcelar o pagamento e a responsabilidade pela cobrança ao cliente é da administradora.

– Evita a necessidade de local específico para armazenar temporariamente o dinheiro ou o cheque do cliente.

– A operação é feita online e é absolutamente rápida e simples.

– Elimina necessidade de averiguar cadastro do cliente em bancos ou instituições como Serasa e SPC. Esta operação é desnecessária quando a transação é feita por cartão de crédito ou débito.

– Viabiliza a venda por impulso, que também aumenta a receita.

 

Tendência

Os bancos e as operadoras de cartão de crédito estão cada vez mais investindo em novas tecnologias e em novos procedimentos que auxiliarão os lojistas e empresários.

Os bancos têm reduzido enormemente as suas agências, induzindo seus clientes a realizarem suas operações bancárias por meio da internet. Para tal, disponibilizam aplicativos para smartphones e tablets cada vez mais amigáveis e sites de internet banking mais simples e seguros. Ir fisicamente a uma agência de banco, atualmente, é cada vez mais raro.

No vácuo desta modernização, os empreendedores também estão sendo contemplados. Já há algum tempo as máquinas estão trabalhando com tecnologia sem fio, o que facilita o manuseio e o deslocamento até onde o cliente está.

Além disso, um maior investimento em segurança está sendo feito, dando, ao empresário, a tranquilidade para focar em sua atividade final.

Em síntese, não há melhor alternativa a não ser trabalhar de forma cada vez mais intensa com cartões de crédito e débito. A próxima tendência é o pagamento direto utilizando o próprio celular, eliminando até o mesmo o próprio cartão de plástico com chip.

Está convencido de que sua empresa deve começar a aceitar cartões hoje mesmo? Então prepare-se para fazer a sua plaquinha com os dizeres: “aceitamos cartão de crédito”, e ajude outros empreendedores compartilhando esse post nas redes sociais!
 

Compartilhe

Deixe seu comentário e conte o que achou desse artigo ;)

Quero comentar
Deixe seu comentário